• Jucelma Pereira

Desgaste energético: Hábitos Nocivos e Vampirismo Energético

Para vivermos de forma equilibrada e tranquila necessitamos de energia para nutrir nossos corpos tanto físico quanto sutis.

O reabastecimento energético depende de diversos fatores, tais como, nossa qualidade de vida, pensamentos, emoções que nutrimos, entre outros.


Um dos fatores a se considerar como ladrão de energia, são os hábitos nocivos que adquirimos através das nossas experiências cotidianas, entre eles, podemos citar os hábitos nocivos socialmente aceitos, como fumar e beber, ambos gastam muita energia vital.

Os comportamentos promíscuos, sejam eles sexuais, emocionais e energéticos, também são fatores de desperdício vital, pois, o conteúdo é puramente energético.


Outros fatores podem ocasionar o desgaste energético, como mágoas, egocentrismo, adultério e uso de drogas.

No livro Sexo e Destino, ditado por André Luiz, psicografia de Chico Xavier e Waldo Vieira, conseguimos ter mais clareza das consequências da indisciplina comportamental neste âmbito, pois, não podemos nos esquecer da dimensão extra física, na qual os seus habitantes se afinizam energeticamente com aqueles que optam por manter tais comportamentos, ocasionando o vampirismo energético.


Da mesma forma, também interagimos com outros seres humanos, na qual estabelecemos as mais diversas combinações energéticas, ora podemos ser agentes vampirizados, como também agentes vampirizadores.


Existem diversas características de um comportamento vampirizador, um denominador comum observado é o egocentrismo, pessoas excessivamente centradas em si, possuem dificuldades de entrar em contato com a fonte criadora, e como, todo ser humano é um Universo em si, microcosmos dentro do Macrocosmos, o processo de nutrição energética acaba acontecendo de forma inconsciente e automática quando há uma pessoa debilitada e a outra está psicologicamente sadia e equilibrada.


Importante admitir que somos seres sociais e as perdas energéticas acontecem por fazerem parte do fluxo da vida, em algum momento seremos expostos a tais situações. Tais condições devem ser vistas como uma oportunidade de crescimento espiritual, os hábitos nocivos podem ser eliminados, criando assim uma maior resistência aos impactos energéticos, as emoções descontroladas podem ser compreendidas e ressignificadas.


Lembre-se você é um ser energético, seus comportamentos e atitudes são energias, e continuarão definindo a sua realidade.








12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo