• Jucelma Pereira

QUANDO A MORTE VISITA O VENTRE

Muitas mulheres passam por esta dolorosa experiência, um momento que a morte visita o útero. E nesta visita fria e densa, há filhos que não nascem, sonhos não se realizam e sorrisos se tornam lágrimas.


Em um mundo que há mulheres que já tiveram um aborto, seja espontâneo ou induzido, há mulheres que guardam este registro em silêncio, e este se apresenta como um véu de culpa e vergonha que as impedem de continuar vivendo as suas histórias


Neste mundo de silêncios e moralização existem mulheres feridas que guardam dentro de si as palavras não ditas aquele pequeno ser.


Os rituais de despedida são importantes para organização psíquica e são fundamentais para elaboração do luto, pois descrevem o que não se consegue expressar por palavras.


O luto é uma experiência singular, realizar o rito de passagem pode ajudar cada mulher a se reconstruir e reorganizar a própria vida.



Não há uma única forma de fazer rituais, podem ser flores e uma mensagem de amor ao mar ou em um rio, elevar aos céus uma pequena bexiga, o que importa é sentir que este é o momento de deixá-lo ir e se autorizar a continuar a viver sem a presença deste pequeno ser.


SUGESTÃO


🌷Rosas ( sinta no seu ❤, a cor e a qtde)


🍵 Artemísia para chá


🕯Vela Rosa de 7 dias


Escolha um dia especial para ir até um rio ou uma cachoeira, sugiro que vá com uma comadre, para compartilhar suas reflexões.

Tome primeiramente um banho, pedindo que a água limpe e purifique.

Em seguida, entregue as rosas ao rio e permita que a experiência seja revivida.

Fale o que vier no seu ❤.

Quando estiver com a última rosa, imagine que ela representa o pequenino, reze para ele e dexei-o saber do seu amor.

Permita que ele vá e agradeça pelo tempo que ficaram juntos.


Ao retornar para sua casa, acenda a vela e entre em contato com a Virgem mãe, ou uma Orixá como Oxum e Iemanjá.

Comece a tomar o chá durante os 7 dias que a vela ficará acesa, a Artemisía é uma planta mestra curandeira e ajudará a limpar o ventre das memórias dolorosas.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo