• Jucelma Pereira

Vaporização uterina e suas bondades

Lembro-me do meu primeiro ritual, foi durante a Lua Nova, quando terminou eu ainda não tinha certeza se tinha acontecido alguma mudança.

Dias depois eu tive um sonho muito lúcido e sabia que um laço energético afetivo tinha terminado.

Acordei com uma sensação de paz e realização.

.


A Vaporização uterina é uma técnica da sabedoria ancestral, um tratamento de ginecologia natural, através do vapor de um composto de ervas e rosas diretamente no canal vaginal, é possível tratar o corpo, mente e emoções.

.

A Vaporização uterina é um momento de meditação, de cuidado com nosso ser, quando purificamos nosso útero, estamos cuidando também do nosso coração.

.

A vaporização é usada para aliviar cólicas, facilitar a fertilidade feminina, harmonizar os ciclos menstruais.

.

Mas também serve para eliminarmos as memórias uterinas e padrões emocionais adoecidos.

.

Nosso útero é o nosso segundo coração, nele guardamos todas as histórias que vivemos e a vaporização ajuda na dissolução dessas energias negativas.

.

Durante a vaporização temos contato com várias emoções densas que precisam ser transmutadas, em alguns casos pode ocorrer insights, todos relacionados com a intenção que firmamos no ritual.

.

Escolha um momento especial para fazer este encontro com você mesma, o que você vai precisar:

.


Um punhado de ervas e rosas, escolha no mínimo 3 que pode ser ( Alfazema, Alecrim, Artemísia, Calêndula, Camomila, Rosas)

.

Faça uma infusão com estas ervas em uma bacia

.

Utilize uma saia ( sem calcinha) e tenha por perto um lenço para se cobrir durante o ritual

.



Escolha uma música.

.

Acenda uma vela se preferir e um incenso

.

Aproveite este momento e faça a conexão com o seu sagrado interno.



Lembre-se a vaporização não é banho de assento, neste ritual a mulher fica de cócoras sob a bacia ou em pé, e o vapor entra em contato com as mucosas e paredes do útero.




Quem não pode fazer: Gestantes, quem usa DIU, quem está com algum tipo de ferimento vaginal, pressão arterial alta.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo